Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
análises
Final Fantasy XIV: Stormblood

Final Fantasy XIV: Stormblood

Como um bom vinho, Final Fantasy XIV só fica melhor com o passar do tempo.

  • Texto: Andreas J. Leth-Sørensen

Depois do falhanço que foi o lançamento original de Final Fantasy XIV, tememos que o seu re-lançamento enquanto A Realm Reborn fosse outro falhanço. Felizmente a Square fez muitas correções, e depois de inúmeras horas enquanto um Warrior of Light no deserto de Thanalan, na floresta de Gridania, e nas montanhas nevadas de Ishgard, ficámos completamente rendidos ao MMORPG da Square Enix. O jogo evoluiu também imenso desde o lançamento, e agora que recebeu a segunda grande expansão, Stormblood, está melhor que nunca.

Stormblood começa pouco depois dos eventos de Heavensward, a expansão anterior, e inclui as mesmas personagens. Cid, Alisaie, e Lyse são novamente os destaques, embora Lyse tenha mais importância nesta expansão, considerando que os eventos decorrem na sua terra natal. O foco da estória está na libertação de Ala Mhigo, perto de Gyr Abania, e o enredo não tem problemas em atirar o jogador para o meio da ação bem cedo. Quando derem por isso, serão o bastião principal de uma resistência em plena guerra civil.

Publicidade:

A expansão é muito concentrada em estória, com longas sequências cinemáticas e vários atores a darem o seu contributo. Isto aplica-se também às missões, que funcionam em contexto com os eventos narrativos. Desde que nao esperem uma estória tão forte como as de outros Final Fantasy, existem aqui várias personagens interessantes e eventos emocionantes para prender o jogador. Apreciamos o esforço de Final Fantasy XIV em manter um MMORPG tão focado no jogador, e não apenas na jogabilidade online.

Final Fantasy XIV: StormbloodFinal Fantasy XIV: Stormblood

Num primeiro impacto, podem achar que algumas das novas áreas são desertas ou abandonadas, mas isso não é de todo a realidade. Os Peaks, por exemplo, não são um grande espetáculo visual, mas o detalhe da área vai tornando-se evidente com o passar do tempo. Depois de várias horas de jogo terão apreciado algumas áreas de uma beleza impressionante. O detalhe das árvores de outono, os campos depois de batalhas, os raios de sol que iluminam o horizonte... Final Fantasy XIV é um jogo lindo, e os cenários de Stormblood não são exceção. As novas classes, Samurai e Red Mage, têm também alguns efeitos espetaculares, que vão chamar a atenção de qualquer jogador que passe perto.

Essas duas classes são divertidas e eficazes, mas entre os Samurais e os Red Mages, preferimos o primeiro. Para aplicar quantidades impressionantes de dano, o Samurai tem de combinar uma série de movimentos, que culminam em golpes finais poderosos. Quando ao Red Mage, tem acesso a magias negras e brancas, além de movimentos com espada. Mais importante ainda, as duas classes pareceram-nos equilibradas, embora isso só se torne realmente evidente com o passar das semanas.

Stormblood é uma expansão bastante boa, mas ainda sobre com algumas das falhas do jogo base. Entre capítulos terão de atravessar longas sessões repetitivas (grinding), e a interface continua a ser péssima. A mistura entre sequências cinemáticas com voz, e outras sem voz, também continua a criar momentos que quebram a imersão, e acrescentam alguma inconsistência ao jogo. Nada disto deve impedir-vos de desfrutar de Stormblood, mas é lamentável que estes problemas persistam depois de vários anos.

Final Fantasy XIV já passou por muito, e atravessou inúmeros problemas, mas Stormblood é precisamente o testamento do quanto o MMORPG da Square teve de ultrapassar, e o quão longe chegou. Visualmente é um dos MMORPG mais apelativos do mercado, e existem vários elementos que funcionam bem na criação de uma experiência empolgante. A continuar assim, desejamos que Final Fantasy XIV perdure por mais e bons anos.

Final Fantasy XIV: Stormblood
Final Fantasy XIV: StormbloodFinal Fantasy XIV: Stormblood
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Novas classes são divertidas. Estória de qualidade. Design corajoso do mundo.
-
Interface problemática. Repete alguns dos erros do jogo base.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor
Publicidade: