Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
análises
Day of Infamy

Day of Infamy

Depois do acesso antecipado, o que tem este jogo da Segunda Guerra Mundial para oferecer?

  • Texto: MIke Holmes

Day of Infamy é um jogo de ação na primeira pessoa, inspirado na Segunda Guerra Mundial, mas completamente virado para a jogabilidade online. É o projeto mais recente da New World Interactive, produtora de Insurgency, e oferece combate visceral através de modos de jogo dinâmicos, mas não teve um lançamento fácil. Encontrámos vários problemas técnicos durante a experiência, o que é uma pena, porque Days of Infamy é em muitos aspetos um bom jogo.

Antes de tudo convém esclarecer que Days of Infamy é um jogo muito crude em termos de potência gráfica. Existem alguns pormenores impressionantes, sobretudo ao nível de texturas e efeitos como fumo, mas os modelos e os cenários são bastante datados. Os mapas em si são variados, desde aldeias europeias em ruínas a ilhas no Mediterrâneo, além da obrigatória praia na Normandia. As animações das personagens são bastante competentes (com exceção da ação para rastejar), e o realismo que Day of Infamy pretende capturar é reforçado com a qualidade do ambiente sonoro. É uma combinação de disparos, diálogos, gritos, e explosões que funciona bastante bem.

O verdadeiro ponto forte de Day of Infamy é a jogabilidade, e aqui é óbvia a inspiração da New World Interactive em Day of Defeat, da Valve. Não é contudo uma cópia, e existem aqui toques modernos e uma personalidade que permitem a Day of Infamy destacar-se. As armas, por exemplo, foram recriadas com grande perícia, e os conjuntos de armas que os jogadores podem escolher antes de cada partida distinguem-se bem. Cada equipa só pode usar um número limitado de classes, e as diferentes especializações têm de trabalhar em conjunto para atingirem o efeito desejado.

O impacto e a física dos disparos são bastante bons, mas devem ter a noção de que Day of Infamy está muito mais interessado num estilo realista do que em partidas rápidas e arcade. Nesse aspeto lembrou-nos de Rising Storm, embora aqui possam encontrar uma grande variedade de modos de jogo. Normalmente envolvem o confronto dos jogadores contra vagas de inimigos, mas aqui terão de esperar pela próxima vaga para reaparecerem. Isto significa que é necessário ter um cuidado redobrado, porque se morrerem podem ficar imenso tempo sem reaparecerem no campo de batalha. É esta mistura entre combate agressivo e realista, com o medo da morte, que tornem as partidas intensas e táticas. Está a meio caminho entre algo como Counter-Strike e a sua vida única, e jogos de reentrada instantânea como Call of Duty.

Publicidade:

Offensive, por exemplo, é um modo de jogo onde uma equipa tem de defender três objetivos, enquanto que a outra tenta avançar e desbloquear novos reforços. Em Liberation as duas equipas lutam pelos mesmos pontos de captura e têm ambas o mesmo número de vagas, afirmando-se como o modo de jogo mais clássico. Os modos têm uma configuração semelhante, o que faz sentido, considerando que o objetivo de Day of Infamy é replicar o ritmo de combate real.

Além destas alternativas de combates entre jogadores, também existem opções cooperativas para enfrentarem inimigos controlados pela inteligência artificial. Um dos destaques é Entrenchment, onde os jogadores têm de aguentar investidas inimigas, até chegar o momento de recuarem e reagruparem. Divertimos-nos também nestes modos, sobretudo porque a inteligência artificial não tem qualquer interesse em fazer amigos, o que torna a experiência muito desafiante.

Tudo isto junto cria uma experiência online bastante interessante para fãs da Segunda Guerra Mundial e jogos de ação na primeira pessoa. A ação é rápida, frenética, e cheia de tensão, enquanto que existem elementos visuais e sonoros que destacam o realismo da experiência. Não é perfeito, mas existem aqui vários pontos de interesse para adeptos do género, e é por isso um jogo facilmente recomendável.

Day of InfamyDay of Infamy
Day of InfamyDay of Infamy
Day of InfamyDay of Infamy
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Combate brutal e entusiasmante. Seleção razoável de classes e armas. Modos PvP interessantes. Modo cooperativo desafiante.
-
Alguns problemas técnicos frustrantes. Algumas animações deixam a desejar. Nível audiovisual podia ser melhor.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor
Publicidade: