Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
análises
1-2-Switch

1-2-Switch

Uma compra obrigatória, ou uma oportunidade desperdiçada pela Nintendo?

  • Texto: Mike Holmed

Uma das falhas que podemos apontar à Nintendo Switch é a ausência de um jogo que acompanhe a consola, como Wii Sports acompanhou a Wii. 1-2-Switch parecia ter tudo para ser esse jogo, já que os vários desafios que apresenta são demonstrações perfeitas do potencial dos Joy-Con, mas a Nintendo optou por vender 1-2-Switch em separado, e a preço inteiro. Com 28 mini-jogos, grande variedade, e várias formas de usar os Joy-Con, cumpre o seu papel de exibir os novos comandos, mas só isso não chega.

Se 1-2-Switch viesse com a consola, como um complemento multijogador à jornada épica a solo que The Legend of Zelda: Breath of the Wild oferece, não teríamos qualquer problema com o jogo. É o tipo de experiência perfeita para mostrar a consola a amigos, ou para divertir a família durante um serão, mesmo que alguns dos mini-jogos deixem algo a desejar. Mas considerando o que oferece, e o preço que a Nintendo (ou as lojas) exige pelo jogo, torna-se mais complicado recomendar 1-2-Switch.

O jogo tem uma premissa bastante atípica, já que o seu objetivo é incentivar os jogadores a olharem para longe do ecrã, preferencialmente para o adversário. Os desafios são apresentados através de um pequeno vídeo introdutório que podem passar, seguido de outro vídeo com instruções e dicas de segurança que não podem passar. O jogo em si tem uma apresentação geral polida, e é uma experiência coesa. O melhor, como já referimos, é a forma como dá uso às várias funções dos Joy-Con.

Na maioria dos casos, cada jogador segura um Joy-Con, mas a forma como os usam varia imenso. Podem ter experiências passivas ou ativas, podem estar sentados ou a praticar uma atividade energética. Cada jogo vem classificado em termos de intensidade, e pelo que testámos, os mais novos vão apreciar mais os desafios físicos, enquanto que os adultos tendem a preferir jogos que exigem maior disciplina ou coordenação.

O que funciona em 1-2-Switch deve muito à função "HD Rumble" dos Joy-Con, o que se traduz num sistema de vibração bastante preciso e subtil. Podem sentir vibrar de tal forma que conseguem identificar vibração ao longo de todo o Joy-Con, incluindo em cima e em baixo. É uma função realmente impressionante, que só se torna evidente quando se experimentam os Joy-Con.

Publicidade:

Alguns dos mini-jogos são já bastante conhecidos, como Milk, onde dois jogadores simulam a 'arte' de ordenhar vacas para ver quem tira mais copos de leite, ou o duelo de cowboys que premeia o jogador mais rápido e preciso com o gatilho (Joy-Con). Outro jogo brilhante para testar os comandos requer que os jogadores adivinhem quantas bolas estão numa caixa simulada pelo Joy-Con, enquanto abanam ligeiramente o comando para sentirem a vibração das bolas em movimento.

Existem outros mini-jogos menos conhecidos que são igualmente divertidos, como Sword Fight que simula batalhas com espadas, ou o Samurai Training, onde um jogador tenta apanhar uma lâmina imaginária (brandida pelo adversário) em cima da cabeça, com as mãos. Boxing Gym simula um combate, e é o mini-jogo com a melhor exibição dos resultados. Em Plate Spin têm de equilibrar pratos, enquanto o adversário vos tenta distrair com várias táticas - aliás, vários mini-jogos incentivam a esse tipo de iniciativas, de pressão mental, bluff, e distrações. Sneaky Dice é um bom exemplo disso, em que um jogador sabe o resultado dos dados do adversário, mas não sabe o seu, tentando levar o oponente a repetir, ou a deixar ficar o jogo, conforme o resultado.

Embora estes desafios sejam divertidos, existem outros menos interessante. Telephone é tão entusiasmante como o nome sugere, enquanto Treasure Chest leva os jogadores a rodarem o Joy-Con para retirarem uma corrente presa a um tesouro. Em Joy-Con Rotation o objetivo é rodar os pequenos comandos com o maior cuidado possível, e em Shave têm de cortar uma barba imaginária, identificada pela vibração do comando.

Se preferem algo mais movimentado, também existem alguns mini-jogos para vocês, como Runway, Dance Off, Copy Dance, e Air Guitar. O mini-jogo Signal Flags foi um dos destaques durante as nossas sessões, enquanto dois instrutores dão ordens aos dois jogadores que devem tentar cumprir com precisão. Até existe um mini-jogo onde terão de conquistar o coração de uma gorila, enquanto batem no peito ao som do barulho da selva. Pena que outros jogos, como Wizard, tenham sido desapontantes, enquanto alguns são pouco acessíveis, como Table Tennis e Baseball. É possível melhorar com a prática, mas isso derrota um pouco o conceito de jogo de festa. Em Baby têm de adormecer um bebé imaginário, e em Soda Shake têm de abrir uma garrafa de champanhe enquanto rodam o comando por outros jogadores. Outros jogos usam os infra-vermelhos dos Joy-Con, nomeadamente Eating Contest e Beach Flag, e acabam por ser divertidos ainda que simples.

1-2-Switch é uma coleção decente de mini-jogos - ou demos técnicas se quiserem ser menos simpáticos -, que permite testar as capacidades dos comandos e passar um serão divertido com amigos (Team Battle é um modo que permite formar equipas até 20 jogadores no total). Infelizmente é um pacote de qualidade oscilante, que não justifica o preço que a Nintendo pede por ele. Poderia ter sido o Wii Sports da Switch, mas esses dois fatores impedem-no de alcançar esse estatuto, e o mais provável é que acabe por cair no esquecimento com o passar dos meses.

1-2-Switch1-2-Switch
1-2-Switch1-2-Switch
06 Gamereactor Portugal
6 / 10
+
Alguns jogos são realmente divertidos. Boa variedade. Verdadeiro potencial está nas festas. Mostra as capacidades dos Joy-Con.
-
Alguns mini-jogos são medíocres. Pouca profundidade. É demasiado caro para o que oferece. Devia acompanhar a consola.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor
Publicidade: