Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
análise

Resident Evil 7: Biohazard

Um regresso triunfante - e arrepiante - de Resident Evil.

Publicidade:

Resident Evil é um dos grandes clássicos de terror, e as suas variadas sequelas deram-nos alguns dos melhores jogos de sempre - sobretudo o quarto capítulo. Contudo, com Resident Evil 6 a Capcom mostrou ter perdido toda a identidade da saga. Já não era um jogo subtil, assustador, e de sobrevivência, mas um festival de ação explosiva e absurda. As muitas críticas que se reuniram em torno do jogo foram um sinal de alarme para a Capcom, que decidiu implementar mudanças radicais para Resident Evil 7: Biohazard. A ação passou para a primeira pessoa, o terror voltou a ser o centro da experiência, e a sobrevivência é o principal objetivo do jogador.

Até a estória e o ambiente sofreram drásticas alterações, mas não podemos falar muito do enredo sem estragarmos surpresas, por isso vamos ser um pouco vagos e objetivos neste ponto. Os jogadores vão controlar Ethan, um tipo normal que está à procura da sua mulher, presumivelmente morta há três anos. Ethan recebeu cassetes de vídeo que mostram a sua esposa aparentemente viva, e então decide investigar a sua origem. Esta busca leva-o até à casa da família Baker, e é aqui que se instala o terror. A 'casa' não é uma pequena casa, mas um complexo gigantesco na forma de uma plantação. Existe muito para explorar em Resident Evil 7, incluindo inúmeras salas secretas e passagens escondidas, e Ethan terá de atravessar tudo isto se quiser descobrir a verdade.

Os eventos de Resident Evil 7 passam-se ao longo de uma noite, a desculpa perfeita para a Capcom brincar com várias técnicas de iluminação e sombra. Este é um jogo escuro, sombrio, e opressivo, que consegue criar tensão graças ao excelente design visual e sonoro, mas mais importante que isso, não tenta assustar o jogador com saltos baratos. Os sustos que o jogo tenta criar são muito espaçados e eficazes, de tal forma que não conseguimos conter algumas reações genuinamente assustadas. O som é também muito importante, já que a maioria do que vão ouvir ao longo do jogo são os passos de Ethan - e quando ouvem algo mais, é assustador.

Nas primeiras horas de jogo Resident Evil 7 é sobretudo um jogo de exploração e escondidas. Ethan está bastante vulnerável, e tudo fará para evitar a assustadora família Baker. Contudo, eventualmente vão começar a apanhar ervas, armas, munições, e acessórios - tudo organizado através do inevitável inventário. O espaço é limitado, e à semelhança do que acontecia nos melhores capítulos da saga, terão de fazer compromissos sobre o que vão manter e o que vão deixar para trás. Felizmente existem baús espalhados pelo jogo que podem usar para armazenar itens, mas terão de os procurar.

Um elemento que adorámos ver de volta envolve os puzzles, puzzles que obrigam à interação e à procura de objetos. É uma mecânica clássica de Resident Evil, que não se limita aos puzzles e às secções principais. Existem muitos segredos no jogo, e se os quiserem descobrir a todos terão de caminhar imenso para a frente e para trás.

A mudança para a perspetiva na primeira pessoa terá sido a decisão mais importante e controversa que a Capcom tomou, mas a verdade é que acrescenta todo um novo sentido de imersão ao jogo. Resident Evil 7 não é um típico jogo de ação na primeira pessoa, mas um jogo de terror na primeira pessoa. Embora a produção de Resident Evil 7 tenha começado antes disso, a verdade é que vários outros jogos já nos mostraram o quanto a câmara na primeira pessoa pode acrescentar a uma experiência de terror, de onde se destaca PT, a famosa demo do entretanto cancelado Silent Hills.

Resident Evil 7: BiohazardResident Evil 7: BiohazardResident Evil 7: Biohazard
Resident Evil 7: BiohazardResident Evil 7: BiohazardResident Evil 7: Biohazard

Continua na página seguinte

Resident Evil 7: BiohazardResident Evil 7: BiohazardResident Evil 7: Biohazard
Resident Evil 7: BiohazardResident Evil 7: BiohazardResident Evil 7: Biohazard
Publicidade: